Estudar melhor está relacionado ao ambiente e tudo que o compõe. Confira as dicas para organizar este espaço


Montar um espaço de estudos infantil é uma preocupação muito presente na vida dos pais. Um ambiente acolhedor e preparado para a faixa etária da criança é extremamente importante para seu desenvolvimento cognitivo, afinal, o prazer no hábito de estudar das crianças pode ser estimulado pelo próprio espaço reservado para atividades lúdicas e de aprendizado em casa.

Pensando nesses pontos, preparamos algumas dicas que podem transformar o espaço de estudos em um local convidativo aos pequenos.

1. Espaço de brincar e estudar

O primeiro passo de como estudar melhor deve levar em consideração alguns pontos essenciais: a rotina, o entendimento do tempo cronológico e o respeito dos espaços são outros fatores importantes na contribuição para o aprendizado infantil. A criança deve entender que cada momento do seu dia é preenchido por uma atividade.

Sendo assim, para separar bem cada um desses momentos, divida o quarto em setores, de acordo com a função desempenhada por cada um. Se a mesinha de estudos estiver no quarto, dividindo o mesmo espaço com a cama e os brinquedos, utilize elementos que separem visualmente os locais de dormir, brincar e estudar.

Mesmo quando pequenos, os espaços podem ser divididos por elementos como tapetes, móveis ou cores nas paredes e pisos.

2. Para crianças pequenas, apenas móveis infantis

Para um espaço de estudos infantil realmente acolhedor, é preciso que os móveis sejam apropriados para o uso exclusivo dos pequenos. Assim, utilize móveis adequados à idade das crianças. Existe uma relação direta entre como estudar melhor e o design do mobiliário que compõe o ambiente de estudo.

Cadeiras, mesas, poltronas, pufes e camas grandes demais podem causar desconforto, acidentes ou ambos.

Os móveis infantis são ideais pois possuem tamanhos, cores e texturas diferentes. Tudo isso é capaz de promover estímulos que levam ao desenvolvimento psicomotor na medida em que facilitam subir e descer, com cadeiras, bancos e pufes baixos, abrir e fechar móveis modulares por conta própria, no caso de .

3. Móveis acessíveis

Ao montar um espaço de estudos para crianças, o ambiente deve ser planejado com o intuito de satisfazer todas as necessidades dos pequenos. Portanto, tudo deve estar acessível, na altura das crianças.

Uma forma de fazer com que isso aconteça é usando cabides de parede instalados em uma altura mais baixa para poder pendurar a mochila ou avental de trabalhos manuais. Assim, elas se tornam independentes e podem devolver as coisas no lugar depois de usar, exercitando também a organização.

Cestos e caixas organizadoras no piso também são boas opções para deixar tudo ao alcance das crianças sempre que elas precisarem.

4. Materiais escolares

Prepare o espaço de estudos para receber os materiais necessários, levando em consideração cada faixa etária.

Deixe ao alcance das crianças apenas o que pode ser utilizado por eles sem o seu auxílio. Para crianças entre 3 e 5 anos, evite tesouras (mesmo que seja sem ponta), apontadores e objetos pequenos em geral; escolha giz de cera no lugar de lápis de colorir com ponta.

Estantes, armários, carrinhos e gaveteiros com materiais escolares devem estar próximos à mesinha de estudos para evitar que a criança se desloque durante as atividades e perca o foco. Afinal, a concentração é ponto chave na busca de como estudar melhor.

5. Paredes temáticas

Pensando em outras técnicas para a criança estudar melhor, use as paredes ao lado do local de estudos para:

  • fixar calendários, para promover o desenvolvimento da autonomia das crianças com a noção de tempo cronológico e rotina;
  • emoldurar desenhos ou lousas, incentivando a criatividade, o desenvolvimento da coordenação motora, noções espaciais e organização do pensamento;
  • molduras e memory boards, com trabalhos escolares e conquistas obtidas na escola;
  • expor materiais que remetem às atividades escolares.

Tudo isso incentiva o prazer pelos estudos e é essencial na formação da criança enquanto indivíduo responsável e confiante.

6. Como estudar melhor mantendo a organização

Mantenha tudo organizado com a ajuda das crianças. Assim como a rotina, a organização dos espaços também deve ser trabalhada com a criança para promover um melhor aprendizado não só no seu espaço de estudos, como também no dia a dia.

Um ambiente limpo e com tudo no lugar é muito mais estimulante. Para facilitar, reserve espaços para guardar pequenos itens, como porta-lápis, porta-objetos de mesa e caixas organizadoras.

7. Iluminação

Um ambiente sem a iluminação adequada causa desconforto e reflete em resultados negativos no processo de aprendizagem. A luz natural é sempre bem-vinda em locais de estudo, mas em alguns casos ela não é suficiente. Para isso, o uso de luzes artificiais se faz necessário para complementar um ambiente para que a criança consiga estudar melhor.

Luminárias próprias para espaços infantis também são boas opções. Dê preferência àquelas que não ofusquem a vista e recebam lâmpadas frias, pois se evita o risco da criança tocar na lâmpada muito quente ou de esquentar o ambiente.


Estudar em um ambiente adaptado para esta finalidade interfere muito no processo de aprendizagem. Prepare este e outros espaços com a curadoria Tok&Stok e redecore. Confira também nossas dicas de decoração de quarto infantil.

Sale Tok Stok

Foto divulgação Tok&Stok. Os produtos aqui expostos estão sujeitos a disponibilidade de estoque no portfólio atual.