Veja algumas espécies de plantas que podem ser cultivadas dentro de casa e cuidados para mantê-las bonitas e saudáveis


Colocar plantas na sala de estar é uma forma de deixar a casa toda mais aconchegante, natural e agradável. Elas também ajudam a melhorar a qualidade do ar e espalham conforto em cada espaço. Além disso, não é obrigatório ter uma varanda ou jardim para cultivá-las.

Conheça algumas plantas que também se adaptam a ambientes internos e alguns cuidados para deixá-las sempre bonitas.

Ver opções de itens para jardinagem >>

Plantas para cultivar na sala

A diversidade na natureza permite que sua escolha dependa da atmosfera da sala. Se ela receber bastante luz natural pelas janelas, algumas espécies vão se desenvolver melhor. Por outro lado, há plantas que vão preferir um ambiente com pouca iluminação, além das que se desenvolvem na vertical ou como pendentes – seja no alto de uma prateleira ou em um vaso no piso. Veja alguns exemplos a seguir:

Orquídeas

Marcantes para decorar qualquer espaço, as orquídeas são opções delicadas e favoráveis para cultivar dentro de casa. Elas pedem por poucos, mas constantes cuidados, como meia-sombra para uma iluminação indireta. É ideal também que elas sejam plantadas em vasos de barro, para drenar melhor a água. Uma forma de observar se a orquídea está saudável é a cor da flor: se estiver com manchas escuras nas pontas, é hora de mudar a planta de lugar.

Samambaias

Popular na decoração, as samambaias são bem-vindas em prateleiras, sobre armários ou vasos suspensos que exibam suas grandes folhas pendentes. Esta planta gosta de meia-sombra, com iluminação mais difusa. Evite colocar seu vaso próximo ao vento, para não queimar as folhas mais novas, e mantenha o solo bem drenado e regas frequentes.

Uma sugestão importante é observar as plantas na sala constantemente, entendendo suas fases e o que elas precisam de acordo com a estação, temperatura interna e atmosfera do ambiente.

Espada de São Jorge

Emblemática na decoração, a chamada Espada (ou Lança) de São Jorge se adapta bem a ambientes com pouca luz ou sob o sol direto. Por isso, trata-se de uma planta de fácil manutenção e muita resistência, além de ajudar a purificar o ar, atuando como um filtro. Opção para salas de estar com ar-condicionado, ela pode ser usada tanto na entrada do cômodo como sobre mesas de centro em arranjos com outras plantas. 

Esta espécie pede por meia-sombra e regas apenas quando o solo já está seco. É recomendado manter suas folhas apoiadas em um tutor – peça ereta de madeira para folhas pesadas ou em fase de crescimento.

Costela de Adão

Assim como a Espada de São Jorge, a Costela de Adão é uma planta que se destaca na decoração com beleza autêntica e formato marcante. Ela é um ícone até mesmo na moda e pode transformar a sala de estar com elegância e sutileza. Para cultivar esta planta, basta mantê-la em meia-sombra e com regas espaçadas, limpando suas folhas com um pano seco para livrá-la do pó.

Leia também: Como cuidar de suculentas

Zamioculca

Se sua sala de estar for espaçosa, a Zamioculca é uma planta indicada para embelezar seu espaço. Com fácil adaptação em espaços com baixa luminosidade, esta espécie se adequa também a ambientes com ar-condicionado e pede por poucas regas. Ela é uma das plantas que pode enfraquecer se receber água em excesso. Seu destaque fica por conta de suas folhas compridas e brilhantes em um tom verde-escuro, criando contraste em ambientes de cores claras e neutras.

Dracena

Também conhecida como Coqueiro de Vênus, a Dracena já é mais indicada para salas que recebam luz solar direta. Por isso, a sugestão é colocá-la próximo à janela. Seu aspecto mais sóbrio em tom verde-escuro vai bem em estilos mais modernos, industriais e contemporâneos, com vasos e objetos neutros.

Peperômia

Se seu desejo é criar um jardim vertical, as Peperômias são grandes opções para deixar a sala mais charmosa e aconchegante. Suas folhas pendentes têm formato de coração e tonalidades gradientes que vão do verde escuro ao amarelo nas bordas.  Esta espécie se adequa à meia-sombra e é resistente à luz florescente.  

Leia também: Conheça elementos para uma decoração natural

Cuidados com as plantas na sala de estar

  • Independente da espécie, todas as plantas precisam de cuidados especiais. A quantidade de regas vai variar de acordo com o tipo, a estação do ano e o lugar da casa onde ela é cultivada. É importante observá-las diariamente, e antes de regar, checar se o solo está úmido ou seco. Coloque o dedo na terra e, se estiver seco, coloque água apenas sobre a terra. Não é recomendado jogar água sobre as folhas.
  • Em todas as folhas, crie o hábito de passar um pano seco para retirar o pó e verifique se ela precisa de uma poda. Retire as folhas e galhos secos e retire ramos caídos com certa frequência, se necessário.

  • Virar os vasos é uma prática saudável, mas mudá-los de lugar pode prejudicar as plantas. Uma mudança repentina da sombra para o sol, por exemplo, pode fazer com que as folhas caiam. Se precisar trocar na hora de redecorar o espaço, tente adaptá-la lentamente, mudando o vaso gradualmente de lugar.
  • Se existe dúvida sobre qual terra é a melhor para cultivar plantas em casa, os substratos mais escuros são ideais. A terra vegetal é a mais indicada para novos plantios, por ser rica em material orgânico.
  • Para evitar que a terra molhada escorra em vasos com furos, aplique uma camada de pedras e uma manta geotêxtil, que protege e drena o solo. Lembre-se de adubar com fertilizantes químicos ou naturais disponíveis no mercado.
  • Os vasos podem ser de variados tipos, principalmente em ambientes internos em que existe a limitação de altura, por exemplo. Invista em diferentes dimensões e formatos, respeitando o tamanho da planta e seu potencial de desenvolvimento.


As plantas são grandes companheiras em casa e também demandam atenção para florescerem e se desenvolverem com saúde. Assim, elas levam mais vida à casa e tornam o ambiente saudável, natural e bem decorado. Encontre opções de jardinagem na Tok&Stok e mais ideias para redecorar sua casa no blog #TokEmCasa.

Foto divulgação Tok&Stok. Os produtos aqui expostos estão sujeitos a disponibilidade de estoque no portfólio atual.